jusbrasil.com.br
30 de Junho de 2022

Como aperfeiçoar seus serviços jurídicos em meio ao Big Data?

Dados jurídicos estruturados e soluções inteligentes. Entenda como o uso da tecnologia pode aperfeiçoar os serviços jurídicos do seu escritório!

Blog do Jusbrasil
Publicado por Blog do Jusbrasil
há 4 meses

A disrupção tecnológica operou profundas mudanças no setor jurídico, presentes desde a coleta de dados e digitalização, até as respostas mais eficientes para os problemas dos clientes.

Segundo o Relatório Justiça em Números 2021, no ano de 2020 foram contabilizados 25,8 milhões de processos em tramitação no Brasil. Percebe-se que o uso da tecnologia é imprescindível para lidar com esse alto volume de dados jurídicos gerados.

Nesse sentido, o fenômeno do Big Data consiste na profusão de dados disponíveis e digitalizados, hoje presentes não somente no setor jurídico. No entanto, uma questão se faz presente: como processar grande volume de dados e otimizar os serviços jurídicos?

Certamente, as análises estatísticas de dados e informações jurídicas consistem em um complemento para a atuação do advogado e oferecem uma melhor experiência ao cliente. A esse respeito, existem diversos tecnologias jurídicas e ferramentas, como softwares jurídicos, que devem sofisticar as argumentações jurídicas em plena Era Digital.

Por isso, é tão importante que o operador do direito saiba como utilizar-se da tecnologia para aprimorar o seu negócio.

Pensando nisso, preparamos este artigo para apresentar os impactos do Big Data no funcionamento operacional dos escritórios de advocacia e propor 4 formas para aperfeiçoar seus serviços jurídicos com o uso da tecnologia.

Tenha uma ótima leitura!

O que é Big Data?

O fenômeno do big data consiste no grande volume de dados digitais gerados e disponíveis diariamente na rede.

Essa profusão de dados gerados se dá em decorrência da conectividade digital, da disrupção tecnológica e traz o desafio de análise e estruturamento de tais dados, para sofisticação do modus operandi das empresas. Por isso, hoje observa-se um movimento de investimento em ferramentas de análise e interpretação de dados.

>>>> Clique aqui e baixe o Infográfico 4 erros que impedem seu escritório de ser referência

Pilares do Big Data - Volume, Variedade e Velocidade

O Big Data possui três pilares, conhecidos como Três V’s, sendo eles: volume, variedade e velocidade. Confira a seguir suas características:

Volume

Esse pilar consiste justamente no grande volume de dados disponíveis. A esse respeito, é preciso buscar ferramentas para que esses dados possam ser tratados e convertidos em informações que serão úteis para as empresas.

Variedade

A variedade consiste na capacidade de armazenar e analisar dados estruturados, que são aqueles que possuem algum padrão para leitura, e não estruturados, os que não possuem.

Nesse sentido, essa variedade de dados e informações abrange muito além do texto, áudio, vídeo. Afinal, é possível que se acesse dados de máquina ou machine data, banco de dados sensores, arquivos de logs e diversos outros dados estruturados ou não.

Velocidade

Além do volume gigantesco de dados, a velocidade em que esses dados são produzidos e se tornam desatualizados também é um desafio. Por isso, esse pilar objetiva o processamento desses dados em tempo real.

Impactos do Big Data no funcionamento operacional dos escritórios de advocacia

Existem inúmeros casos de sucesso acerca do uso estratégico do Big Data em empresas. Um excelente exemplo está presente na empresa Netflix que investe em Big Data e ciência de dados e colhe como resultados, dentre outros, o aumento da produtividade e a eficiência operacional.

Para tanto, a Netflix utiliza da tecnologia na construção de algoritmos orientados para streaming online. O resultado disso? Atualmente, é uma das maiores empresas digitais orientadas por dados.

E quanto aos serviços jurídicos? Você sabe quais são os impactos do Big Data no funcionamento operacional dos escritórios de advocacia?

De fato, o Big Data impacta significativamente o funcionamento operacional dos escritórios de advocacia. Nesse sentido, alavanca a produtividade, reduz os custos e traz inúmeros outros benefícios para o negócio.

Confir algumas dessas vantagens:

  • Redução do tempo para obter informações;
  • Otimização na tomada de decisões;
  • Redução dos custos nas operações;
  • Aumento na receita;
  • Padronização das análises;
  • Otimização dos processos;
  • Redução do tempo para realizar tarefas burocráticas.

Por isso, investir em tecnologia significa aperfeiçoar os seus serviços jurídicos. Mas afinal, como fazer isso na prática?

Veja a seguir 4 formas de aperfeiçoar seus serviços jurídicos em meio ao Big Data:

>>> Baixe aqui o [e-Book] Guia Prático de Visual Law + Ferramentas: como transformar suas peças jurídicas

4 formas de aperfeiçoar seus serviços jurídicos com o uso da tecnologia

Para auxiliar você a sofisticar as operações do seu escritório em tempos de Big Data trouxemos 4 formas de como aplicar o Big Data a seu favor! São elas. Confira a seguir como implementar cada uma delas!

1.Utilize plataformas digitais

A internet tornou possível os relacionamentos virtuais, o que certamente aumentou as possibilidades e oportunidades para as pessoas e empresas.

Nesse sentido, as plataformas digitais são utilizadas para conectar pessoas e serviços e com seu escritório de advocacia não deve ser diferente.

Por isso, além de investir no seu próprio site, tenha presença digital em outras plataformas como Jusbrasil e o LinkedIn, as quais possibilitam que o seu negócio gere conteúdos de valor, sem nenhum custo. Isso proporcionará um maior alcance de clientes de todo o país.

Através delas, além de melhorar e manter um relacionamento com o público-alvo, você consegue identificar e analisar suas dores e interesses, o que é importante para a tomada de decisões e entrega de soluções eficazes.

Dica: Utilize ferramentas de análise dos dados gerados tanto em redes sociais quanto no seu site, como o Google Analytics - que é gratuito - ou mLabs

2.Investa em Marketing Jurídico

A estratégia de Marketing de Conteúdo Jurídico é resultante da união entre a Tecnologia e o Direito. Nesse sentido, a técnica é utilizada para fortalecer a imagem de advogados e escritórios de advocacia e é cada vez mais aceita pelos operadores do direito.

Ao investir em Marketing de Conteúdo Jurídico você irá atrair clientes de todo o Brasil, além de gerar conteúdo de qualidade que contribuem para a construção de uma autoridade marca importante.

No dia 15/07/2021, o conselho da OAB aprovou novas diretrizes de ética e publicidade, as quais abrem mais possibilidades para a implementação de comunicação estratégica em escritórios.

Mas de nada adianta novas possibilidades, se você não tiver um planejamento bem estruturado e coeso. Para isso:

  • Defina os objetivos que deseja alcançar;
  • Defina um público-alvo;
  • Produza conteúdos para responder as dúvidas de seu público-alvo;
  • Aplique técnicas de marketing digital para melhorar o alcance nos sites de busca;
  • Interaja nos comentários e mantenha um relacionamento com seu público-alvo;
  • Acompanhe a performance e principais métricas para compreender qual tipo de conteúdo faz mais sentido para seu público.

3. Aplique a Jurimetria

A jurimetria é a estatística aplicada ao direito, conforme definido pela Associação Brasileira de Jurimetria. Com efeito, através da utilização de dados estatísticos, é possível identificar e compreender tendências e repetições dentro do universo jurídico.

A título de ilustração, a partir do cruzamento de dados é possível analisar, por exemplo, como um magistrado sentencia a respeito de dada matéria. Certamente, a virtualização dos processos permite a utilização da jurimetria para obtenção de estatísticas.

Dessa forma, a jurimetria permite a compreensão de prováveis resultados jurídicos, como tendências de decisões e possíveis desdobramentos de um litígio, o que, de fato, facilita a tomada de decisões e possibilita a realização de prognósticos.

Dito isso, você deve estar se perguntando: como aplicar a jurimetria?

A esse respeito, é preciso aliar a jurimetria ao uso de tecnologia de análise, que centralize e processe grandes volumes de dados e informações, de modo a gerar insights como identificação de padrões, tendências de jurisprudências e mais. A partir disso, você conseguirá elaborar argumentações jurídicas mais data-driven e tomar decisões estratégicas mais assertivas.

>>> Clique aqui para fazer o download do infográfico: 5 formas de aplicar Big Data no seu escritório

4. Invista em tecnologia de análise

A disrupção tecnológica é uma crescente e nos próximos anos, a tendência é que cada vez mais escritórios de advocacia estejam imersos nessa realidade.

Não por acaso, já é possível encontrar escritórios de advocacia sendo inaugurados no metaverso, fator que abre um leque animador e interessante de possibilidades de negócio.para o setor.

O uso de tecnologia, como a ferramenta Digesto - que processa um enorme volume de dados em segundos - ou softwares jurídicos, por exemplo, são imprescindíveis para a automatização do modus operandi e refinamento de estratégias.

Ter a tecnologia como ferramenta fundamental é uma realidade que pode ser observada tanto no setor público quando privado da Justiça no Brasil. Um exemplo disso é Processo Judicial Eletrônico (PJe), plataforma desenvolvida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que possui como objetivo a tramitação processual eletrônica, presente em todos os estados brasileiros.

Segundo o Relatório Justiça em Números 2020, só no ano de 2020 foram baixados 27,9 milhões de casos de forma virtual ou remota.

Conte com a gente!

Há mais de 13 anos, o Jusbrasil se dedica a transformação da vida das pessoas através da informação jurídica! Com esse propósito, desenvolvemos soluções que conectem todos à Justiça.

Conte com a gente para aperfeiçoar os serviços jurídicos prestados no seu escritório de advocacia!

Escrito por Fernanda Campolina

Informações relacionadas

Flávio Tartuce, Advogado
Notíciashá 4 meses

Resumo. Informativo 724 do STJ.

Alessandra Strazzi, Advogado
Artigoshá 4 meses

A Advocacia precisa mesmo do Visual Law?

Eduardo Luiz Santos Cabette, Professor de Direito do Ensino Superior
Artigoshá 5 meses

Fraude Paternal: Uma Lacuna do Direito

Oscar Valente Cardoso, Juiz Federal
Artigoshá 5 meses

Proteção de Dados e Emenda Constitucional 115/2022

Caulí Oliveira, Advogado
Artigoshá 5 meses

O que não pode faltar em uma boa minuta de acordo trabalhista?

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)