jusbrasil.com.br
25 de Fevereiro de 2020

Mineração de dados para advogados

Big Data e a mineração de dados andam de mãos dadas.

Blog do Jusbrasil
Publicado por Blog do Jusbrasil
há 4 meses

Texto feito em parceria com a upLexis

Para entender a mineração de dados, é imprescindível falar sobre o Big Data.

Esse termo refere-se a um grande volume de dados estruturados e não estruturados e tem tido bastante repercussão na mídia nos últimos anos, devido a quantidade gigantesca de informações produzidas diariamente.

Segundo uma pesquisa realizada pela IBM (International Business Machines Corporation), empresa de tecnologia renomada em Nova York, todos os dias são originados cerca de 2,5 quintilhões de bytes de dados, sendo que 90% deles foram produzidos nos últimos dois anos.

Diante desse volume gigantesco de dados disponíveis mundialmente, o setor jurídico busca por soluções que façam um bom uso dessas informações e otimizem o ofício dos advogados.

Neste artigo, falaremos um pouco sobre a importância da mineração de dados no universo jurídico.

O que é mineração de dados?

Com o intuito de estudar e analisar uma grande quantidade de dados, é necessário que se utilize técnicas e algoritmos para coletá-los, estruturá-los e organizá-los de forma útil, onde os profissionais consigam obter informações relevantes para utilizar em processos de tomada de decisão.

A mineração de dados, também conhecida como Data Mining, é o método que realiza essa estruturação, através de ferramentas especializadas em criar associações, detectar variáveis e padrões.

Mineração de dados no mundo jurídico

A mineração de dados para o setor jurídico é considerada uma solução tecnológica inovadora, pois consegue entregar aos advogados informações significativas para que eles consigam direcionar novas abordagens de negócio ou identificar algum risco e aptidão.

Como exemplo de caso, temos a situação de um advogado que deve buscar diariamente por inúmeros processos em Diários Oficiais para conseguir tomar decisões. Vale lembrar, que as pesquisas processuais são realizadas diariamente e consomem um tempo considerável na rotina desses profissionais. Sendo assim, a mineração de dados surge como uma facilitadora ao trazer essas informações de maneira estruturada e rápida para que os advogados consigam realizar uma análise mais precisa.

Redução de tempo buscando por informações, análises mais assertivas, auxílio na gestão de crises, diferencial competitivo e diminuição nos custos são alguns dos inúmeros benefícios de se realizar a mineração de dados.

Como implementar a mineração de dados no seu escritório?

A upLexis é uma empresa de tecnologia que utiliza a mineração de dados a fim de criar soluções tecnológicas que facilitem o trabalho de advogados, analistas e gestores.

Através da plataforma, o aplicativo upMiner é capaz de transformar os dados em informações relevantes para que os processos de tomada de decisão se tornem cada vez mais ágeis e assertivos, sendo uma poderosa ferramenta de gestão para o setor jurídico.

São mais de 1.900 fontes mundiais que possibilitam uma pesquisa de maneira simplificada e automatizada nas fontes escolhidas, através do cpf ou cnpj, e facilitam os processos de verificação de conflitos de interesse, due diligence, background check, fraude e cobrança, entre outras.

Ao adquirir uma ferramenta para automatizar os processos, o seu escritório consegue otimizar o tempo e reduzir custos, pois onde antes era necessário um profissional para realizar as coletas e consultas, por exemplo, com essa solução a função não demandará mais esses esforços. Além disso, por permitir análises mais assertivas, a tecnologia é muito eficiente em prevenir riscos.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)