jusbrasil.com.br
23 de Setembro de 2021

Advogado online: como atuar e captar clientes

Blog do Jusbrasil
Publicado por Blog do Jusbrasil
ano passado

Advogado online nada mais é que aquele que atua de forma preponderante e concentra seus esforços de visibilidade em um dos canais mais utilizados do mundo: a internet.

Se você parar para pensar, a internet possibilitou diversas facilidades.

Ainda bem.

Com as portas do escritório fechadas e em isolamento social, a maioria dos advogados tiveram que adaptar sua forma de atuação, seja aparecendo no mundo online, coisa que não faziam antes, seja se relacionando ou captando clientes de forma totalmente remota.

Quanto tempo esse isolamento social vai durar ainda não sabemos, mas a verdade é que todos tivemos que nos adaptar.

Alguns, de maneira definitiva, já fecharam as portas do seu escritório para atuar de forma totalmente online, relatando que estão se sentindo mais produtivos somente pelo fato de não saírem de casa e pegar trânsito, além trabalharem nos seus próprios horários e mais perto da família.

Mas mesmo com todas essas vantagens ainda existe uma insegurança na hora de atuar e captar clientes online, que nada mais é que criar oportunidades.

Então, como ser um advogado online?

Advogar online vai muito além de ficar em casa de pijamas ou adotar uma ferramenta de controle de processos e prazos. Trata-se de uma mudança de mindset e uma compreensão da realidade na qual estamos inseridos.

Não só o ato de advogar pode se tornar mais dinâmico e atual, mas, principalmente, você irá perceber como é importante que os seus serviços jurídicos sejam encontrados pelas pessoas na internet, que é onde elas estão buscando.

1. Se posicione no mundo online

Em tempos tecnológicos e, principalmente, agora, quem não tem uma presença virtual praticamente “não existe”. Pelo menos na internet, aquela velha máxima de que quem não é visto não é lembrado vale muito.

A internet dá espaço para todos serem vistos, não importa se o seu escritório é grande, médio ou de pequeno porte. Aliás, sem nenhum anúncio pago é possível atrair clientes e aparecer nas primeiras páginas de pesquisa do Google.

Estar presente nas mídias sociais (link do texto no blog sobre mídias), interagir com as pessoas nas plataformas digitais - o famoso networking -, colocar seu nome completo nos perfis ou conteúdos para que as pessoas te encontrem mais facilmente são algumas ações para construir e manter uma presença online.

Você não precisa deixar de fazer o que você faz no mundo offline. Continue indo a eventos, entregue seus cartões de visita sempre que possível e faça muito networking, mas, se você quiser ser um advogado online, não deixe de se posicionar na internet.

2. Produza conteúdos

Para que essa estratégia de ser visto seja efetiva, no entanto, não basta apenas ter um perfil em alguma plataforma digital: você precisa produzir conteúdos.

Os seus conteúdos serão a porta de entrada para que as pessoas te conheçam.

Para você entender melhor, a proposta do Google é fornecer respostas úteis e ele encontra essas respostas nos conteúdos disponíveis na internet.

Quando você produz algum texto sobre “tributação em meio à crise”, por exemplo, e alguém pesquisa sobre o assunto no Google, se o seu conteúdo for relevante, o próprio Google vai colocá-lo em posição de destaque.

Por isso, busque publicar conteúdos que tenham bastante utilidade para o público, especialmente textos que respondam dúvidas comuns e sejam fáceis de ler.

Quando o conteúdo é bom ele gera valor e confiança para o leitor, se transformando na porta de entrada ideal para um contato com você.

E, o melhor, sem que você precise sair de casa.

3. Use - e abuse - das plataformas digitais

Plataformas digitais são ambientes online que conectam e aproximam pessoas e empresas com o objetivo de gerarem algum valor de troca, de acordo com os interesses de cada um.

Se você reparar, a tecnologia está criando – ou já criou – um verdadeiro mundo paralelo. Ou seja, se no mundo real podemos conhecer e falar com pessoas, realizar reuniões, falar dos nossos serviços jurídicos e construir um nome ou a marca do escritório, na internet podemos fazer todas essas coisas em espaços exclusivamente dedicados a isso.

No Jusbrasil, por exemplo, uma plataforma 100% online, você tem a possibilidade de mostrar os seus conhecimentos jurídicos para milhares de pessoas na Comunidade, falar com possíveis clientes e encontrar advogados para diligências e parcerias.

4. Adote uma estratégia de atendimento online

Se você chegou até aqui, percebeu que advogar online pressupõe um método de trabalho em torno da tecnologia.

Bom, você já começou sua presença virtual, está produzindo bons conteúdos e utiliza alguma plataforma digital, principalmente uma que te possibilite falar com possíveis clientes.

Então, naturalmente os clientes vão aparecer, e aí você precisará de um processo de fechamento de contratos de forma online. Um e-mail personalizaso, um telefonema ou videoconferência, uma logística para conseguir as provas com o cliente, assinatura e envio de documentos digitais e, também, um sistema para manter contato e atualizar o cliente do processo, que seja mandando um e-mail de tempos em tempos.

O atendimento com qualidade deve ser prioridade sempre. Responder uma simples dúvida pode fazer com que aquele cliente ou possível cliente se torne um fã e te indique para outras pessoas, ou lembre de você quando precisar, por mais simples que seja.

Além disso, manter um relacionamento ativo com o cliente, colocando-o sempre a par do andamento dos seus processos e passando mais segurança e credibilidade e também responder dúvidas e captar possíveis clientes, exigem muita organização, para isso várias ferramentas estão aí para ajudar você a otimizar seu tempo e facilitar seu trabalho.

Conclusão

Advogar online pode ser solitário, às vezes, mas isso não quer dizer que precisa ser.

Na Comunidade Jusbrasil, por exemplo, você pode trabalhar a sua presença online e falar com possíveis clientes, mas também tem a oportunidade de encontrar e trocar ideias e experiências com outros advogados.

A verdade é que ninguém cresce sozinho e, mesmo separados fisicamente, podemos fazer parte de uma comunidade e ficar mais juntos do que nunca!


Texto de Pedro Custódio

20 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito legal e necessário, Pedro! Sinto que a 'arte de captar clientes' é ainda algo muito oculto e pouco compartilhado na advocacia - uma espécie de segredo de negócios. Ao mesmo tempo, acho que temos muito a ganhar conversando sobre esse tipo de coisa, principalmente em momentos que a presença online se torna cada vez mais importante.

Sigo acompanhando e gostando muito dos seus textos!

Abraços! continuar lendo

Legal demais ler isso, @emanuellahalfeld!

Também sinto isso e acho que ainda vamos nos surpreender muito com o futuro das coisas e as novas formas de encontrar serviços, produtos e fazer negócios.

Obrigado por comentar. Também acompanho e adoro seus textos! :)

Abraços! continuar lendo

Tema extremamente relevante em meio ao cenário atual e dicas riquíssimas! continuar lendo

Que bom que você gostou, @laylabatista! continuar lendo

Excelente artigo como sempre! Como a minha rotina foi transformada estou usando o tempo livre para produzir conteúdo. Jusbrasil é uma plataforma riquíssima para isso! Obrigado pelo texto! continuar lendo

Ficamos felizes que você tem aplicado essas dicas no seu diaadia, @brennomilhomem

Esperamos contribuir para essa jornada com nossos conteúdos :) continuar lendo

Excelente artigo! Mesmo antes do Coronavirus o meu escritório já era em casa, isso faz toda a diferença, seja na produtividade, seja na qualidade de vida. Mas acho que cada um precisa avaliar se possui um ambiente tranquilo/favorável, senão o resultado pode ser o inverso. Imagine preparar uma contestação com criança te interrompendo a cada minuto! As chances de cometer erros, esquecer de algo tendem a aumentar. continuar lendo

Com certeza, @wptoni! Um ambiente adaptado faz toda a diferença nos resultados de quem trabalha de casa (antes ou depois do início da pandemia)

Nosso COO, o Daniel Murta, publicou um artigo com dicas preciosas sobre home office há algum tempo atrás, talvez seja de seu interesse dar uma olhada nele também: https://danielmurta.jusbrasil.com.br/artigos/824228394/voce-nao-precisa-ter-medo-de-trabalhar-de-casa-ouadistancia continuar lendo

Queria muito fazer isso, mas como moro em apartamento fica difícil para quando tiver que receber cliente após a pandemia. continuar lendo

Doutora Marcia, avalie a possibilidade de utilizar os serviços de um escritório virtual, alugando a sala por hora ou período somente quando necessitar atender pessoalmente um cliente. Dependendo da sua demanda pode ser uma opção. continuar lendo