jusbrasil.com.br
23 de Outubro de 2020

6 dicas práticas para captar clientes na advocacia

Blog do Jusbrasil
Publicado por Blog do Jusbrasil
há 6 meses

Captar clientes na advocacia significa seguir as diretrizes da OAB para aplicar uma publicidade moderada, discreta e informativa. Segundo o Provimento 94/2000, é seguindo essas regras que qualquer advogado pode adentrar ao marketing jurídico e gerar atração e retenção de novos e velhos clientes.

Então o que você estaria disposto a fazer para captar e manter os clientes do seu escritório?


A Zappos, por exemplo, uma varejista online de calçados e roupas, ouve seus clientes sem tempo limite para terminar a conversa, resolve problemas que nada têm a ver com seu ramo de negócio e até distribui mimos.

A cultura de criar empatia com os clientes é levada tão a sério pela Zappos que é comum por lá utilizar informações compartilhadas pelos próprios clientes durante essas conversas e enviar flores para aqueles que estão prestes a se casar ou ter um bebê, por exemplo.

Em 2009, a Zappos foi adquirida pela Amazon por nada mais nada menos que U$1,2 bilhão de dólares.

Parece que essa cultura surtiu resultados, não é?

É claro que os serviços jurídicos não podem ser comparados com o comércio de tênis e roupas, mas existem algumas estratégias que qualquer advogado pode desenvolver para atrair e manter seus clientes.

Nesse artigo você verá 6 delas.

1. Faça parte de uma comunidade

Você já deve saber da importância de ter uma presença online, e isso inclui aproveitar bem as plataformas digitais. Na Comunidade Jusbrasil, por exemplo, você tem a possibilidade de publicar seus conteúdos, se atualizar sobre as tendências do mercado, falar com possíveis clientes e também com outros advogados.

A verdade é que ninguém cresce sozinho, e fazer parte de uma comunidade engajada é uma estratégia excelente para se manter em evidência e, claro, atrair clientes.

2. Aproveite as oportunidades que existem

Muitas pessoas estão buscando informações jurídicas na internet hoje em dia, e isso pode se intensificar ainda mais com todas as mudanças provocadas pelo coronavírus. No Escritório Online do Jusbrasil você tem a oportunidade de falar diretamente com essas pessoas e prestar uma consulta. Ou seja, você pode captar clientes e conectá-los à justiça!

3. Faça parte de uma rede de correspondentes jurídicos

Uma estratégia inteligente e muito eficiente é fazer parte de uma rede de correspondentes jurídicos. Você pode estar pensando: como isso pode me ajudar a conseguir clientes? Bom, na advocacia, os parceiros não só captam ou indicam clientes uns para os outros, como também dão suporte jurídico nas práticas recorrentes da profissão.

4. Networking

Apesar de todas as automações provocadas pela tecnologia, o bom e velho networking nunca deixará de ser eficaz para captar e manter clientes. Procure sempre conhecer pessoas novas e apresentar o seu trabalho para elas. Você pode até ser estratégico nisso, mas, às vezes, a pessoa que você menos espera pode ser a que fará uma diferença enorme na sua vida.

5. Sempre divulgar o nome completo

Independentemente se no mundo online ou offline, um dos primeiros passos da jornada do consumidor é pesquisar por referências de determinada marca ou nome. Naturalmente, as pessoas irão pesquisar sobre você na internet, e é por isso que colocar o seu nome completo no seu perfil ou textos, por exemplo, é uma estratégia para as pessoas te encontrarem mais facilmente.

6. Simpatia e solicitude

É muito importante saber falar, mas mais importante ainda é saber ouvir. Um bom advogado tem que saber ouvir seus clientes e possíveis clientes, para entender quais são suas dúvidas e quais problemas enfrentam, por mais simples e banal que pareça.

Mesmo que você não esteja “ganhando nada” para responder, tirar uma simples dúvida pode fazer com que aquele cliente ou possível cliente se torne um fã e te indique para outras pessoas, ou lembre de você quando precisar.

Conclusão

Esses são alguns mecanismos que você pode aplicar na sua advocacia a fim de conquistar e reter clientes!

Gostou das dicas?

Deixe seu comentário abaixo!


Texto de Pedro Custódio

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Parabéns! Tento aplicar as dicas no meu perfil do insta:
@nl.advocacia continuar lendo

Bem instrutivo e com toda certeza fazer parte de uma rede de correspondência jurídico e mostrar conhecimento associado a empatia, não se furtando de ser solícito é um caminho próspero para ficar conhecido e comentado continuar lendo

Parabéns pelo artigo, mas muitas coisas não funcionam assim, tipo trabalhar como correspondente, muitos querem audiência pelo valor de R$ 25,00 a R$ 50,00 (instrução), isso é uma lástima. Acredito que a OAB que está mais que ultrapassada, fizesse alguma coisa séria em rever postura e funcionalidade. Hoje somos órfãos de um entidade INcompetente. Ainda, em SP tem 1 advogado para cada 135 pessoas, no DF 1 advogado para cada 73 pessoas, em média 1 advogado para cada 180 pessoas no Brasil (dados de OUT/2019, agora já deve ser mais). O mercado está super lotado, por mais que se faça isso aquilo, é a antiga lei da oferta e procura. Até quando teremos isso? O Brasil coloca o mesmo número de advogados da França a cada 6 meses no mercado. Ah, mas a França é menor, ok, mas mesmo assim, é a cada SEMESTRE. Caminhamos rumo a um desastre anunciado, só a OAB, vetusta, empoeirada, ultrapassada, mofada, etc., que não vê isso e se esbalda em discursos vazios e aplausos protocolares. Só querem as nossas anuidades... E salve-se, quem puder!!! continuar lendo