jusbrasil.com.br
5 de Junho de 2020

Advogado 4.0: desafios e oportunidades na era digital

Transformando completamente o nosso modo de viver, a era digital influencia pessoas, atividades, profissões, relacionamentos e empresas. Isso traz diversos desafios, mas igualmente numerosas são as oportunidades e cabe a você aproveitá-las.

Blog do Jusbrasil
Publicado por Blog do Jusbrasil
há 29 dias

Um advogado 4.0 é aquele que entende que a era da inovação e sua influência no mundo jurídico não se trata de algo futuro, mas que já é realidade.

Documentos elaborados automaticamente, probabilidades de decisões judiciais mapeadas por robôs, controle eletrônico de processos e a possibilidade de se comunicar com milhares de pessoas e ser encontrado com apenas alguns cliques.

Pode ser que você enxergue as oportunidades e não esteja preparado para os desafios dessa era da inovação, ou pode ser o contrário: você foca apenas nos desafios e não consegue enxergar as oportunidades que estão do outro lado e à sua disposição.

A verdade é que, para adaptar o seu escritório de advocacia às mudanças que acompanham a era digital - e também tudo o que está acontecendo no mundo -, não basta só procurar por novas tecnologias.

Você precisa mudar o mindset e entender que tudo isso influencia o mercado e o modo como você atua.

Para ajudar você, advogado, preparamos esse artigo com os 3 principais desafios dessa era digital e como você pode superá-los, enxergando oportunidades.

Boa leitura!

O trabalho jurídico na era digital

Você já parou para se perguntar o que acontecerá quando os clientes tiverem a internet como fonte principal de pesquisa, referência, confiança e contratação?

Quando pensamos em ter um escritório sustentável ao longo do tempo, não podemos nos restringir apenas ao momento atual ou aos próximos dois ou três anos, mas, sim, aos próximos 20 ou 30 anos - a não ser que você queira parar de advogar e fazer outra coisa no ano que vem.

Em outras palavras, o ponto de partida é entender que o cliente que irá manter seu escritório daqui a 20 anos é o cliente que, hoje, faz parte de uma geração que não conhece o mundo sem a internet.

Aliás, um estudo recente realizado pela Dell, uma famosa empresa de computação, revelou que 85% das profissões de 2030 ainda nem foram inventadas.

Novas profissões irão surgir e outras serão - e estão sendo - modificadas.

O mundo que conhecemos hoje vai estar bem diferente logo.

Você está preparado para advogar nesses novos tempos?

Desafios da era digital para os advogados

Está muito claro que a sua atividade digital é fundamental para que você tenha alguma chance de se manter no mercado.

Talvez, o maior desafio dos advogados e escritórios de advocacia é se preparar para isso, comunicando-se efetivamente com potenciais clientes, encontrando um diferencial competitivo e mantendo-se atento e atualizado sobre as várias mudanças.

1. Saber se comunicar

A internet é um dos principais meio de comunicação da atualidade. Só no Brasil, 127 milhões de pessoas estão conectadas.

Essa realidade acabou criando um desafio para milhares de advogados e escritórios de advocacia: como se comunicar com os clientes no mundo online e informá-los de maneira clara sobre os serviços jurídicos, sem ferir as regras do Código de Ética da OAB?

2. Encontrar um diferencial

Em um mercado tão competitivo, com mais de 1 milhão de advogados habilitados a atuar, a grande pergunta é: como se diferenciar?

Não tem escapatória: se você não investir na sua diferenciação, o mercado para você vai ficar cada vez mais apertado e os honorários cada vez piores.

Um grande desafio, não é verdade?

3. Se atualizar sobre novos conceitos e tendências

Um artigo publicado em 2018 pela Mckinsey revelou que a maioria dos negócios estão se preocupando em inovar e se adaptar à era digital, mas ainda possuem dúvidas sobre como extrair o melhor da tecnologia.

Outro levantamento feito pela Mckinsey também mostrou que as empresas que já iniciaram essa transição afirmam que os consumidores passaram a preferir o que elas oferecem digitalmente do que essencialmente.

Ou seja, uma tendência enorme para o consumo digital e o grande desafio de migrar o modelo de negócio jurídico tradicional para atender a essa demanda cada vez mais digital.

Então, como superar esses desafios?

- ENCONTRE UMA FORMA DE SE COMUNICAR COM SEU PÚBLICO

Apesar de uma boa comunicação ser um verdadeiro desafio, nunca esteve tão fácil aprender sobre isso e conseguir chamar a atenção do seu público para a mensagem que você quer passar.

O mundo digital abriu a possibilidade para os advogados se aproximarem do seu cliente potencial, dando ao próprio cliente o poder de optar de forma consciente sobre a melhor solução que atenda às suas necessidades.

Tudo isso através da informação.

Por isso, se coloque no lugar de quem tem o problema, seja empático e escreva ou fale de maneira objetiva.

- SEJA VOCÊ MESMO

Uber, Airbnb e Nubank. Você sabe o que essas empresas têm em comum?

Elas souberam tirar proveito das oportunidades proporcionadas pela era digital para alavancar seus negócios.

Automóveis destinados ao transporte de passageiros sempre existiram - os táxis -, mas a Uber criou um aplicativo que permite a busca por motoristas baseada na localização.

Da mesma forma, serviços hoteleiros e imobiliários sempre existiram, mas o Airbnb criou uma ferramenta online que organiza e oferece hospedagem, principalmente casas de família.

Ou seja, para se diferenciar no mercado você não precisa encontrar algo novo ou totalmente inusitado dentro do Direito.

Basta ser você mesmo e encontrar uma forma diferente de fazer o que você já faz ou que alguém já esteja fazendo. Pode ser um atendimento mais personalizado ou um nicho de mercado, por exemplo.

- ADAPTE-SE AO CONSUMO DIGITAL

Se, antes, sair de casa para comprar um produto ou serviço era um impeditivo para o consumidor, hoje, basta alguns cliques e ele pode encontrar o que deseja.

E vale para tudo: de móveis a serviços jurídicos.

Os clientes de outrora, que procuravam o pomposo escritório de advocacia ao lado do fórum, agora buscam por soluções práticas e até remotas.

Você precisa entender a realidade na qual estamos inseridos e se adaptar à ela, mudando a forma como você se posiciona no mercado, se relaciona com o cliente - e como você vai captar esses clientes - ou conduz seu escritório.

Com o aumento desse fluxo de pessoas no ambiente online e as diversas ferramentas digitais disponíveis, digitalizar o seu escritório de advocacia tornou-se imprescindível

E isso é ótimo, se pararmos para pensar. Você pode, inclusive, dispensar toda a sua estrutura física e ter um escritório totalmente online!

Conclusão

Imagine, por alguns segundos, como seria o seu dia se não houvesse tecnologia.

Principalmente nessa época de isolamento social, viver sem ter um smartphone ao lado e uma conexão com a internet seria praticamente impossível advogar.

Transformando completamente o nosso modo de viver, a era da inovação influencia pessoas, atividades, profissões, relacionamentos e empresas.

Isso traz diversos desafios, mas igualmente numerosas são as oportunidades.

Cabe a você aproveitá-las.


Texto de Pedro Custódio

8 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Parabéns Pedro! O cliente que contrata um advogado hoje já pesquisou o problema no google antes. Alguns acham isso ruim, mas é uma ferramenta ótima, se a luz para esse problema estiver em um artigo meu.

Excelente artigo como sempre! continuar lendo

Os tempos mudaram e os hábitos também! A primeira coisa que a maioria das pessoas faz ao se deparar com um problema e pesquisar sobre o assunto no Google.

Se um potencial cliente encontra algum alívio no seu artigo, @brennomilhomem, a geração de valor é imediata - e o networking para possíveis negócios no futuro, também! continuar lendo

parabéns por outro excelente texto! Posso dar uma dica aos advogados leitores? Estudem o básico da programação, design thinking e visual law. De inicio, não precisa aprofundar muito. Ainda assim, já teria um baita diferencial! continuar lendo

Se adaptar a este contexto de tecnologia é essencial mesmo, @giordanoadv

Complementando a dica, deixo aqui o link dos nossos conteúdos para download que abordam alguns desses temas que você trouxe, assim como outras habilidades chave para a inserção de profissionais do Direito no novo contexto da tecnologia: https://conteudo.jusbrasil.com.br/lp-conteudos-ricos continuar lendo

Excelente essa era remota...não vai sobreviver e ainda digo mais, o advogado do futuro terá que ter especialização... continuar lendo

O mercado jurídico já está mostrando sinais de saturação. Encontrar um nicho para se especializar realmente parece uma boa saída para aqueles que querem atuar nele, paulogouveia18 continuar lendo

Costuma- se dizer que - de médico e louco, todo mundo tem um pouco. Acrescento: .- De advogado também. Só os advogados incautos ainda não observaram isso.
Atualmente, não há quem não tenha um mínimo de conhecimento do Direito. Se duvidar, é capaz de fazer sua autodefesa.
Sabe-se que o direito além de não acompanhar os costumes da sociedade, também não acompanha a evolução tecnológica.
A exceção dos novos advogados e juízes, que desde cedo dominam a tecnologia da informação e daqueles que se esforçam para se atualizar, aqueles que insistem no velho, perderão duas vezes: Primeiro por não aceitar que tudo muda e o mundo não é estático. Segundo: Perderá por não achar mais espaço no campo jurídico. continuar lendo

O empoderamento do cidadão a partir de conhecimento acerca de seus direitos é um bom sinal de evolução da nossa sociedade!

Mas realmente, para se destacar no Direito, profissionais devem compreender esse momento no qual estamos inseridos e se adaptar às mudanças de um mundo cada vez mais conectado, @lantpedrotti continuar lendo