jusbrasil.com.br
1 de Agosto de 2021

Advocacia virtual: saiba como atrair e conquistar clientes online

Com um computador e uma conexão à internet é possível ter um escritório de advocacia totalmente virtual, atrair clientes, interagir com eles e conquistá-los de forma excelente.

Blog do Jusbrasil
Publicado por Blog do Jusbrasil
ano passado

A advocacia virtual é o futuro.

Essa foi a previsão de Richard Granat, um advogado e empreendedor norte americano que, há alguns anos atrás, já percebia os movimentos do mercado em torno da tecnologia e foi o primeiro a criar um escritório de advocacia totalmente virtual.

Uma década depois, parece que a previsão de Granat se cumpriu. Muitos advogados estão fechando as portas do escritório para adotar uma nova configuração de trabalho com base na tecnologia: o advogado online.

Outros ainda estão resilientes, preferindo apenas implementar algumas práticas de trabalho em home office, mas contando os minutos para tomar um café com os clientes no escritório, quando tudo voltar ao "normal".

Não importa se você quer atuar exclusivamente de forma online ou usar o ambiente digital apenas para o marketing jurídico do seu escritório. Uma coisa é certa: o futuro da advocacia se mostra cada vez mais virtual.

Este é o momento perfeito para reimaginar seu escritório em um futuro que pode ser - na verdade será muito diferente do de hoje e implementar um processo de inovação intencional e estruturado.

Se quiser se aprofundar em técnicas avançadas e ver como alguns dos maiores escritórios e departamentos jurídicos têm lidado com o marketing jurídico, temos um convite especial para você.

Terça-feira, dia 09 de março de 2021, a Conceito Seminários vai realizar o 5º Fórum Marketing Jurídico: Cases e Inovações para o Mercado. Clique aqui para saber mais sobre o evento agora mesmo!

Por onde começar?

Quando consideramos as oportunidades de inovação no contexto de um escritório de advocacia, é natural pensar nos serviços que o escritório oferece.

No entanto, diferentemente dos diversos tipos de negócio onde podem ser feitas perguntas como "como podemos identificar e monetizar novos serviços?" ou "como podemos reestruturar e otimizar nossos serviços?", na advocacia não é tão simples assim.

Na maioria dos casos, serviços jurídicos são o que são. Não dá para inovar muito em uma ação de alimentos, por exemplo. É atender o cliente, obter as provas e peticionar. Depois, é seguir o rito do processo.

É por isso que você deveria concentrar seus esforços de inovação na experiência do cliente.

Em outras palavras, esse é o momento certo de estabelecer prioridades em torno daquilo que é mais importante para o cliente, assim como diversas empresas têm feito.

Por exemplo, o que os clientes estão esperando dos advogados e escritórios de advocacia nesse momento? Algo mudou em termos de relacionamento, comunicação e atendimento nesse novo cenário?

Será que o cliente ainda quer sair de casa e ir consultar com seu advogado no escritório?

Pensando nisso, você pode tomar algumas atitudes para entender melhor o cliente, prestar algum serviço específico e, claro, fidelizá-lo.

É aqui que a inovação está recebendo mais força nas empresas hoje.

Ao focar na **experiência do cliente e no [relacionamento que você pode construir com ele](https://resultadosdigitais.com.br/blog/o-queemarketing-de-relacionamento/#:~:text=Marketing de Relacionamento é o,defensores e divulgadores da marca.)**, seu escritório de advocacia terá grandes benefícios rapidamente, e você pode fazer tudo isso de maneira totalmente virtual.

Continue lendo esse texto para saber como.

1. Fortaleça seu relacionamento com os clientes

A pandemia provocada pelo coronavírus interrompeu as estratégias tradicionais de construção de relacionamentos, como eventos, jantares e encontros presenciais.

Por outro lado, isso deu a você a você a oportunidade de fortalecer seu relacionamento com os clientes por meio da conexão humana.

Assim como você, seu cliente está lidando com o estresse do isolamento social, e uma mensagem empática, um telefonema ou e-mail pode fazer uma enorme diferença para o dia dele.

Além disso, você pode produzir conteúdos em seu perfil que destacam a importância de manter a saúde mental, de criar estratégias de negócio ou qualquer outra coisa que pode ser útil para o contexto dos seus clientes ou, claro, dos possíveis clientes.

Além de ajudar outras pessoas entregando conteúdos relevantes, você acaba agregando valor ao seu escritório também, tornando-o conhecido na sociedade.

Pequenas atitudes autênticas podem percorrer um longo caminho na construção de bons relacionamentos.

2. Conheça melhor o contexto e problema dos clientes

A experiência de um cliente com o escritório de advocacia é altamente influenciada pelo interesse e conhecimento do advogado sobre os problemas que o cliente enfrenta.

O COVID-19 trouxe implicações legais para praticamente todas as pessoas nas áreas de finanças, operações, viagens, contratos e outras mais críticas de um negócio empresarial.

E você não precisa de uma sala comercial para conhecer melhor o contexto do seu cliente e ficar mais bem equipado para oferecer soluções melhores.

Em plataformas digitais como o Jusbrasil, por exemplo, você pode se inteirar sobre diversos assuntos do momento na Comunidade e, inclusive, ler comentários de pessoas com problemas e dúvidas reais.

Você pode tirar diversos insights e aplicar no seu contexto.

3. Esteja aberto para a comunicação e novas formas de se comunicar com clientes

Habitualmente, os escritórios de advocacia contam com a comunicação presencial para nutrir o relacionamento com seus clientes ou prospectar novos clientes, mas esse novo contexto exige uma mudança para o ambiente virtual.

Novamente, a perspectiva e as preferências do cliente são fundamentais para isso. Uma conversa com um cliente sobre seus canais ou ferramentas de comunicação preferidos pode ajudar a definir expectativas e aprofundar o relacionamento.

Agora, para atrair novos clientes para o seu escritório de advocacia, você pode se abrir para a produção de conteúdo em alguma plataforma digital para advogados.

É uma forma excelente de se comunicar e, mostrando o seu conhecimento, conquistar seguidores e potenciais clientes.

4. Compreenda a realidade financeira do cliente e seja proativo

É importante compreender que cada cliente enfrenta seus próprios desafios de fluxo de caixa, principalmente agora induzidos pela pandemia.

Em vez de esperar que o cliente assuma a iniciativa de pedir a redução dos honorários, o que pode ser embaraçoso para ele, você pode ser proativo e propor acordos alternativos de cobrança, por exemplo.

E isso vale tanto para os clientes que você possui quanto para os que você está prestes a converter.

Seu escritório de advocacia deve ter o poder de inovar em soluções financeiras que funcionem tanto para o cliente quanto para o escritório. Assim, todo mundo sai ganhando.

5. Peça feedback dos clientes

Uma maneira excelente de descobrir eventuais falhas dos seus serviços jurídicos e garantir que você tenha o sucesso reconhecido é pedir feedbacks dos clientes.

Com um relacionamento bem construído e nutrido, naturalmente seus clientes vão falar bem de você para outras pessoas, mas nada impede que você mesmo peça feedbacks ao cliente, para identificar pontos específicos dos seus serviços que você quer melhorar ou inovar, por exemplo.

Conclusão

Não há dúvidas de que essa geração já não conhece mais o mundo sem a internet.

É possível advogar de maneira totalmente virtual, atrair clientes, atendê-los e até se tornar uma referência no seu nicho de atuação.

Mas, antes de iniciar esse caminho de inovação, você precisa definir o que seria o sucesso na perspectiva do cliente.

Assim como as diversas empresas espalhadas pelo mundo, os escritórios de advocacia devem estar preparados para tratar o atendimento e o relacionamento com o cliente como um grande projeto de mudança.

O atual “novo mundo” pede a construção de relacionamentos genuínos e duradouros, ainda que virtuais.


5º Fórum Marketing Jurídico: Cases e Inovações para o Mercado

Amanhã, dia 09 de março de 2021, a Conceito Seminários vai realizar um evento digno de nota para quem está querendo elevar o nível do seu marketing jurídico.

Com grandes nomes de mercado, o evento promete trazer os principais insights de suas trajetórias brilhantes a frente de alguns dos maiores escritórios e departamentos jurídicos do país. Além disso, o evento vai contar com 7 dias com rodadas de negócios e networking.

>>> Clique aqui para se inscrever agora mesmo!


Texto de Pedro Custódio

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Creio que em grande parte o pensamento sobre essa nova advocacia está correto. Só que em alguns segmentos a exemplo , do direito previdenciário, muitas vezes está se tratando de pessoas ou mais idosas ou mais simples que não tem a facilidade de acesso a essa tecnologia, a uma internet rápida e para eles , como se resolver ?
Certa vez tive uma demanda em que era o autor e contratei um advogado que conheci momentos antes da audiencia , que foi presencial. O advogado estava substituindo um colega , foi tudo estranho não tínhamos sinergia alguma e este aparentemente nem tinha profundidade no assunto e não conseguiu comprovar o meu direito constitutivo. Portanto, sugiro um modelo hibrido, em que as pessoas se conheçam e possam, em muitas vezes, fazer reuniões virtuais sem a necessidade de ser presencial e assim criar a confiabilidade necessária para uma lide. continuar lendo

O artigo retrata a realidade de maneira verdadeira, por se tratar de questão de sobrevivência das empresas e dos escritórios de advocacias que não devem continuar agindo do modo anterior, contrariando a tendência das plataformas e dos negócios virtuais. O assunto é palpitante, atraente e carece ser falado,comentado escrito e posto em prática. continuar lendo

Parabéns pelo artigo, atual, eficiente, completo, e totalmente dentro da nova realidade. Apesar de tudo isso, a OAB vê parte destas práticas como reservas, ela tem uma conduta rançosa, vetusta, ultrapassada e mofada, e é muito refratária a qualquer mudanças. Por vezes até algo convencional, normal, básico, é visto com muita reserva pelo TED da OAB que está parado no século passado. continuar lendo